Sobre nós: Testemunho do casal Marques e Conceição e fundação da Casa do Terço

 

Em 1998 foi iniciada a obra missionária do Casal Marques e Conceição em busca da Santidade, em nome da Sagrada Família Jesus, Maria, José. O casal iniciou assim, em meio a todas as dificuldades, esta obra de Oração, Adoração, Missão e Ação Social.

Em 1983, Marques obteve de Jesus uma grande Graça. E por que não dizer um milagre? Pois era alcoólatra e estava em perfeita decadência de saúde, de trabalho, moral e familiar. Então, em uma confissão ao padre antes da Santa Missa ele, em meio a ressaca, sofrendo muito e chorando, pediu ao padre para interceder consigo junto a Jesus pela sua libertação desta dependência tão perversa, a dependência do álcool. Depois de sua confissão, participou da Santa Missa, pois era um domingo, comungou e recebeu Jesus na Eucaristia. Com certeza o padre ajudou-lhe no pedido a Jesus, pois deste momento em diante nunca mais sentiu vontade de beber, porque Jesus quando liberta, não liberta por metade, a libertação Dele é completa e Jesus em sua misericórdia o libertou também do cigarro. Hoje contando este testemunho para glória de Deus, faz 37 anos que desapareceu a vontade de beber e de fumar de Marques. 

Sua esposa Conceição e filhos Carlos Jábner e Diana Karla, neste alcoolismo perverso, também sofreram muito. Conceição no seu sofrimento era muito compreensiva e como ela sabia que Santa Mônica havia rezado muito para a conversão de seu filho Santo Agostinho, também limitou-se somente a rezar pela libertação de seu esposo.

 

Toda esta bela história de libertação e Providência Divina encontra-se no livro: "UM CASAL A CAMINHO DA SANTIDADE".

Por causa deste milagre alcançado de libertação do alcoolismo, Marques pedia sempre a Jesus uma maneira de agradecer sendo um servo fiel. Então, em 1998, o Espírito Santo suscitou em Marques que fosse aberta uma casa para louvar e venerar a Mãe de Jesus e Esposa do Espírito Santo, Mãe Santíssima, Nossa Senhora.

Assim, sua esposa participou desta inspiração do Espírito Santo, de abrir uma casa para louvar e venerar Maria o dia todo recitando o Santo Terço ou o Santo Rosário. Ela relutou muito antes de aceitar esta missão, pois ela dizia ser muito difícil passar o dia todo e todos os dias rezando o Santo Terço, mas o Espírito Santo também a iluminou e ela aceitou com alegria.

Então, com todas as dificuldades e empecilhos, foi fundada a Casa do Terço e da Solidariedade Jesus, Maria, José, no dia 29 de junho de 1998, dia das duas pilastras da Igreja, São Pedro e São Paulo, com a benção do nosso Arcebispo Dom Heitor de Araújo Sales e o nosso Pároco Monsenhor Lucas Batista Neto.

 

Para conhecer todo este testemunho de vida detalhadamente, leia o livro "UM CASAL A CAMINHO DA SANTIDADE", que se encontra na loja da Casa do Terço, mas leia um pouco mais logo abaixo:
 

Testemunho de vida do casal Marques e Conceição – Do alcoolismo ao milagre.

Eu, Antônio Carlos Sousa Marques, aos 16 anos de idade, influenciado por amigos, iniciei no consumo de bebidas alcoólicas. E aos 18 anos, comecei a namorar a Conceição, mas eu dava sequência ao consumo de bebidas alcoólicas. Mesmo assim, o nosso amor foi crescendo e aos 23 anos nos casamos. Por causa do nosso amor, ela acreditava que eu fosse parar de beber, mas não foi isso que aconteceu. Entrei fundo na bebida, embora não fosse isso que eu queria. Eu queria mesmo era parar. Mas eu não pude, pois já estava viciado, já era dependente. E quantas coisas ruins começaram a acontecer nas nossas vidas... Entretanto, aos 27 anos, ela engravidou do nosso primeiro filho. No dia das dores do parto, eu estava na rua bebendo. Ao chegar em casa de madrugada ela estava sentada na cama chorando. Diante da cena, minha ação foi leva-la ao hospital.

Nasceu nosso primeiro filho, Carlos Jabner. Seis anos após o nascimento do nosso filho, tivemos a felicidade de adotar uma linda menina, a Diana Karla. E eu continuava no vício que me destruía. Os meses e os anos se passavam e eu não conseguia largar a dependência que eu tinha do álcool, e nesse percurso, coisas ruins voltaram a acontecer. Fui preso duas vezes, e em cada uma delas minha esposa interferiu na minha soltura, e eu prometia que não iria voltar a beber. Mas nada fazia com que eu parasse. Sofri um acidente bêbado, quase morria com fraturas em diversas partes do corpo, incluindo a mais grave no fêmur. Fiquei de cama seis meses. Isso também não me fez parar de beber; quando eu voltei a andar, mesmo que de muletas, voltei a beber. Daí pra frente eu percebi que tudo isso acontecia porque eu era um doente. Eu tinha a doença do alcoolismo, comecei a procurar cura. Frequentei os AA (Alcóolicos Anônimos). Mas não conseguia parar, embora passasse uns dois, três, até mesmo seis meses sóbrio. Nós éramos católicos de missa aos domingos. Assim, a Conceição começou a rezar pela minha cura. Eu também já não aguentava mais. Queria parar. Até que um dia eu fui convidado para um encontro religioso. Quase não ia, mas, por misericórdia de Deus, cheguei lá, ainda de ressaca da noite anterior. E antes da missa, pedi ao padre para me confessar. Nesse momento, chorando, pedi ao padre que rezasse comigo pedindo a Deus que me libertasse daquele vício, pois eu já não estava mais aguentando, de tanto fazer a minha família sofrer. Acredito piamente que o padre intercedeu por mim ali, participei da Santa Missa naquele dia, comunguei, e após a Santa Missa, o milagre tinha acontecido. Até o cigarro que estava no meu bolso eu tinha abusado, joguei fora. A partir deste dia, nunca mais eu senti vontade de beber ou de fumar. Vejam que eu não pedi a Deus que me libertasse do fumo, mas Deus, por generosidade, me libertou também do tabagismo. Nunca mais eu tive vontade de beber e nem de fumar.

Eu acredito fielmente que Deus fez um milagre naquele pedido que fizemos, através da confissão. E, hoje, contando esta história, está com 37 anos que Deus fez esta obra em minha vida e na minha família.

Contando este testemunho, podemos ver como Deus é pai, Deus é bom. Portanto, Ele quer que nós, seus filhos adotivos, sejamos bons uns para com os outros. Se Ele quer que nós sejamos bons, coube-me dizer o quanto eu queria ser bom para com Ele, através do meu pedido para servi-lo na Igreja. Assim, no começo do ano de 1998, Ele suscitou em mim que deveria fundar uma casa para louvar e venerar Maria, sua mãe, o dia todo, todo dia. Aí eu não tive mais dúvidas, levei a ideia para minha esposa Conceição. Ela achou difícil, mas o Espírito Santo também a tocou, e ela concordou. Fiquei muito feliz por essa luz, por essa clareza. E, no dia 29 de junho de 1998, foi fundada a Casa do Terço, porque nada melhor para louvar Nossa Senhora do que com as orações que ela mais pede: o Santo Terço e o Santo Rosário. Esta fundação teve a benção do nosso Arcebispo Metropolitano da cidade de Natal, Dom Heitor de Araújo Sales e do Monsenhor Lucas Batista, nesta época, pároco da Paroquia Santa Teresinha.

A Casa do Terço e da Solidariedade Jesus, Maria e José foi e continua sendo uma benção para aqueles que são atraídos por nossas orações e serviços. Deus fez em nós maravilhas, Santo é o seu Nome. O Espírito Santo fez de nós também canais para escutar e aconselhar casais e famílias. Jesus quis ser adorado na Casa do Terço. Tivemos a benção da entronização do Santíssimo, em 2010, em nossa capela na Casa do Terço, pelo então Arcebispo em vigência na época, Dom Matias Patrício de Macedo. Em 2013, tivemos a felicidade de ter o Santíssimo Sacramento exposto de segunda à sexta, de 9 h às 16 h, até hoje. Mas queremos informar também que a Casa do Terço a da Solidariedade foi sempre uma casa de oração, adoração, missão e ação social na área da saúde na Igreja, onde temos psiquiatra, cardiologista, clínicos gerais, gastroenterologista, pediatras, ginecologista, psicólogos, todos esses serviços gratuitos.

A Casa do Terço vive da Providência Divina, e Deus providencia através dos seus filhos e de você, que se tornará um benfeitor juntando-se aos nossos sócios colaboradores.

Projeto Religioso Santa Chácara do Agreste

Ainda no início da missão da Casa do Terço, através dos nossos serviços de escuta e aconselhamento, um fiel conseguiu estruturar sua vida pessoal e financeiramente. Sentiu-se grato a Deus por isto e, como forma de agradecimento, no ano de 2013, doou uma chácara para que fosse uma extensão da Casa do Terço, nesses atendimentos de ação social, de evangelização, de escuta e aconselhamento espiritual e psicológico, além de proporcionar um espaço de lazer saudável. A Santa Chácara do Agreste é a concretização desta extensão. 

Nossa próxima missão esta sendo concluir mais este projeto para levar a diante os serviços da Casa do Terço em prol da Igreja.

© 2018 Associação Casa do Terço e da Solidariedade Jesus, Maria e José, Av. Rio Branco, 818 / Cidade Alta, Natal/RN. Fone: (84) 3211-3975

E-mail: casadoterconatal@gmail.com

Ave Maria (Instrumental) - Ave Maria (Instrumental)
00:00 / 00:00